Desde a década de 1990, o Outubro Rosa destaca a prevenção ao câncer de mama em centenas de países. O laço rosa foi adotado e a iluminação de monumentos históricos virou a marca registrada do movimento no mundo todo.

“O objetivo é chamar a atenção para a prevenção do câncer de mama e no Brasil para a necessidade de mais políticas de atendimento à saúde da mulher”, define Elgiane Lago, secretária de Saúde, licenciada, da CTB.

A campanha começou no país, em 2002, com a iluminação do Mausoléu do Soldado Constitucionalista (Obelisco do Ibirapuera), na capital paulista. Aí os mais importantes monumentos brasileiros passaram a ganhar a iluminação rosa no período.

“A campanha ajuda a chamar a atenção para a saúde da mulher, que cuida de todo mundo da família, da casa, trabalha fora e fica sem tempo de cuidar de si mesma”, diz Celina Arêas, secretária da Mulher Trabalhadora da CTB.

A estimativa da Organização Mundial de Saúde (OMS) é de que o a doença atinja neste ano, 2,09 milhões de mulheres no mundo. Dados da OMS mostram que o câncer de mama é o segundo tipo que mais atinge as mulheres. Só perde para o câncer de pele.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), estima-se a ocorrência superior a 56 mil novos casos anualmente no país. Um risco estimado de 56,33 casos a cada 100 mil mulheres. "a prevenção e o tratamento, caso haja necessidade, pode ser feito pelo SUS (Sistema Único de Saúde)", conta Elgiane. "E tem político querendo acabar com o SUS", assinala.

Os especialistas indicam a prevenção com a melhor forma de combater o câncer. E indicam para a prevenção do câncer de mama o autoexame mensal, onde a mulher apalpa as mamas para verificar a existência de possíveis nódulos e em caso positivo ir ao médico.Elgiane lembra que amamentar é uma das maneiras de prevenção ao câncer de mama. "Além de prevenir essa doença ainda faz um bem indescritível para a criança e dá um sentido de prazer e realização para a mãe", explica.

Há a recomendação da mamografia de dois em dois anos para as mulheres acima de 50 anos e para aquelas até 49 anos, somente em caso de alguma suspeita. “As mulheres estão cada vez mais presentes em todas as questões importantes para melhorar a vida da população brasileira, por isso mesmo, precisam olhar com mais atenção para si mesmas e cuidar da saúde”, analisa Celina.

Saiba como prevenir

Autoexame: o autoexame deve ser praticado mensalmente entre o 7º e o 10º dia contados a partir do 1º dia da menstruação. As mulheres que não menstruarem devem escolher um dia do mês.
Praticar atividade física regularmente
Alimentar-se de forma saudável
Manter o peso corporal adequado
Evitar o consumo de bebidas alcoólicas
Amamentar

Reconheça os sinais e sintomas a tempo

Caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor;
Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja;
Alterações no bico do peito (mamilo)
Pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço
Saída espontânea de líquido dos mamilos

Marcos Aurélio Ruy – Portal CTB