No dia 18, aconteceu reunião na sede da Fecosul, em Porto Alegre, com os representantes da FEDERAÇÃO INTERESTADUAL DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE DIFUSÃO CULTURAL E ARTISTAS NOS ESTADOS DO RS E SC, E DO SINDICATO DOS MÚSICOS PROFISSIONAIS DO RIO GRANDE DO SUL, com a presença do Jackson Raymundo - chefe do Gabinete da Deputada Federal Maria do Rosário.

As entidades representantes dos artistas estão preocupadas com o Projeto de Lei 4356/19, que acaba com a obrigação prevista na Lei 6.533/78 de registro profissional e do diploma para os artistas e técnicos de espetáculos de diversões que exerçam a atividade.

Jackson Raymundo, chefe de Gabinete da Deputada Maria do Rosário,  disse que está acompanhado em Brasília o andamento do projeto nas comissões e, no início de 2020, a Deputada irá marcar reunião com as entidades interessadas para ouvi-las e debater a melhor estratégia para barrar esse PL retrógrado, e se preciso encaminhar as modificações da categoria dos artistas.  

O Projeto Lei 4356/19 foi apresentado pelo deputado Federal Gilson Marques Partido Novo-SC.