Na manhã desta quinta-feira, novamente as Centrais Sindicais enviaram apelo urgente ao governador do Estado, Eduardo Leite, pedindo que encaminhe para votação o projeto de reajuste do Mínimo Regional.

Guiomar Vidor, presidente da CTB-RS, critica a demora do governo, que havia se comprometido em enviar o projeto no início deste ano, em fevereiro.

O Mínimo Regional impacta na vida de mais de 1,5 milhão de trabalhadores gaúchos, que dependem do reajuste que já não foi concedido no ano passado.

Segundo Vidor: “O projeto precisa ser encaminhado em regime de urgência, além de considerar a inflação dos últimos dois anos. É inadmissível que o governador em 3 anos de mandato, ainda não tenha aceitado uma agenda sequer com a representação dos trabalhadores e tenha a porta aberta aos empresários”, destacou.

O sindicalista ainda ressalta a postura das centrais. “As centrais vão aguardar até a próxima semana o agendamento de audiência por parte do governo e se a mesma não for feita, os representantes das centrais irão ao encontro do governador no Palácio Piratini”, finalizou.

Abaixo confira a íntegra da carta enviada ao governador.

Documento_Centrais_Sindicais-RS_APELO_URGENTE_AO_GOVERNADOR_EDUARDO_LEITE