O Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (CEDM) elegeu nesta segunda-feira (12/9) as entidades representativas da sociedade civil para o Fórum Estadual da Mulher. A eleição ocorreu na Assembleia Legislativa do RS, marcando a retomada das atividades do conselho, que estava sem funcionar desde o início do governo Eduardo Leite e Ranolfo, quando deveria ter ocorrido o pleito.

“O governo Leite tratou com descaso as políticas públicas para as mulheres. A eleição foi fruto da pressão, da articulação e da unidade do movimento de mulheres”, disse a diretora do Sintergs, Angela Antunes, que participou da votação representando a Central dos Trabalhadores e das Trabalhadoras do Brasil (CTB/RS), uma das entidades eleitas para compor o conselho.

As instituições têm prazo de dez dias para indicar uma representante. Após a nomeação, no prazo de trinta dias será eleita por maioria absoluta a conselheira que exercerá a presidência. O CEDM é essencial para viabilizar a participação das mulheres na elaboração de políticas públicas e no fortalecimento da democracia.

Instituído em 2006, o colegiado é composto por 27 integrantes e respectivas suplentes, entre elas nove do Poder Executivo. Para participar do CEDM e indicar representantes, as entidades precisam ser atuantes no movimento de mulheres ou realizar atividades, programas e/ou políticas não-governamentais voltadas às mulheres ou no combate à discriminação de gênero.

Participaram do evento:

SINDIFARS – Sindicato dos Farmacêuticos no Estado do Rio Grande do Sul
ABAMI – Associação Beneficente Amigas da Mama do Litoral
UBM RS – União Brasileira de Mulheres
Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais de Porto Alegre – BPW Porto Alegre – Business and Professional Women
ABA – Associação Brasileira de Advogados
Fórum de Mulheres do Mercosul
ACICOM – Associação Cultural de Integração Comunitária de Santa Cruz do Sul
Associação de Transgêneros de Guaíba – Igualdade Guaíba
AMT-RS – Ação da Mulher Trabalhista do Partido Democrático Trabalhista – RS
Secretaria Estadual de Mulheres – Partido Comunista do Brasil – RS
CTB RS – Central dos Trabalhadores e das Trabalhadoras do Brasil
FECOSUL – Federação dos Empregados no Comércio de Bens e Serviços do Estado do Rio Grande do Sul
Themis – Gênero, Justiça e Direitos Humanos
Movimento Nacional de Mulheres Marlene Martini Carneiro
Movimento Independente 50-50 de Advogadas Gaúchas – MI 50-50
Programa Mulher CREA-RS
ABMCJ/RS – Associação de Mulheres de Carreira Jurídica do Rio Grande do Sul
FETAR – Federação dos Trabalhadores Assalariados Rurais do Rio Grande do Sul
CPERS – Centro dos Professores do Estado do Rio Grande do Sul – Sindicato dos Trabalhadores em Educação
Coletivo Feminino Plural
SIMVIA – Sindicato dos Municipários de Viamão
MDB Mulher RS – Movimento Democrático Brasileiro
SINDIJORS – Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS
ADOSUL – Associação de Doulas no RS
MMM – Marcha Mundial das Mulheres
Secretaria de Mulheres do PT RS

FONTE: SINTERGS
Foto: Maí Yandara/Cpers