Nesta manhã, teve início o segundo dia da 9ª Plenária Estadual da Fecosul. O primeiro painelista é Clemente Ganz Lúcio, coordenador geral do Dieese.

Clemente, em sua fala, foi enfático defendendo a ideia de que o movimento sindical precisa se reinventar. Para justificar essa afirmação, apontou as mudanças no mercado de trabalho, a diminuição das vagas de emprego, a tecnologia substituindo as pessoas.

Para o coordenador geral, "o sindicato precisa discutir e debater as questões éticas que envolvem a ocupação dos espaços de trabalho pelas máquinas. E precisa se adaptar a este novo cenário", destacou.

Para Clemente a mudança na estrutura sindical é mais do que necessária, é vital. "Deixar o sindicato do jeito que está é oportuno para que os empresários liquidem com os direitos dos trabalhadores e matem o que conhecemos como sindicato", alertou.

Clemente finalizou sua fala apontando uma alternativa: "Num mundo que divide, num mundo que compete, precisamos defender a associação, a união, a solidariedade. Aqui precisa estar o sindicato", finalizou.

Texto: Juliana Figueiró Ramiro
Foto: Rodrigo Positivo