Na manhã desta quarta-feira (20), durante o 11º Congresso de Trabalhadores e Trabalhadoras rurais, a Fetar-RS lançou a cartilha AGROTÓXICOS - RISCOS E CUIDADOS, que traz o tema dos agrotóxicos, com informações que buscam conscientizar e proteger o trabalhador rural.

A iniciativa da cartilha é do Departamento de Segurança, Saúde e Bem-Estar do Trabalhador da Fetar-RS, juntamente com o Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS/RS), a Fundacentro, a Superintendência Regional do Trabalho no Rio Grande do Sul, o Ministério Público do Trabalho no RS, o Sindicato dos Técnicos em Segurança do Trabalho (SinditestRS), a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) e a Federação dos Trabalhadores na Agricultura (FETAG-RS).

Participaram do evento: o presidente da entidade, Nelson Wild, o vice Sérgio Poletto, Rogério Fleischmann, procurador do Ministério Público do Trabalho, Nilson Laucksen, do Sinditest, Guilherme Candemil, representando o Ministério do Trabalho, Salzano Barreto, do CEVS, Joel da Silva, da Fetag, e Luciano Cunha Trez, do Sincredi, que patrocinou a impressão das cartilhas.

Na cerimônia de lançamento, nas suas falas, todos destacaram a importância do material frente aos altos índices de acidentes de trabalho envolvendo trabalhadores rurais no Brasil. Poletto apontou, ainda, a necessidade do material não ficar engavetado. “Temos o desafio e a missão de fazer este conteúdo chegar nos trabalhadores, nas escolas, em outros grupos de discussão estaduais e municipais”, disse.

Wild, presidente da Fetar-RS, mais uma vez destacou a importância da pauta para a Federação. “O tema dos agrotóxicos e o debate dos seus riscos e cuidados sempre foi prioridade na pauta da nossa entidade. E nos dias de hoje, num cenário político que discute a PL 6299/2002, que vai colocar ainda mais veneno no campo e na mesa, o tema ganha ainda mais relevância”, sugeriu.

O coletivo deve se reunir nos próximos dias para tratar das estratégias de distribuição das cartilhas.

Texto: Assessoria de Comunicação Fetar-RS