Membros da diretoria da Fetar-RS participam do Seminário Nacional sobre Assalariamento Rural no Brasil, promovido pela Contar, que ocorre de 23 a 25 de abril, em Brasília. Representam a entidade o presidente Nelson Wild, o secretário geral Gabriel Santos, o tesoureiro Denilson de Aguiar, a secretária de mulheres Maria Felícia e Neusa Soares, uma assalariada rural do RS.

No evento, entre os temas debatidos foi tratada a convenção coletiva de trabalho pós-reforma trabalhista. Os dirigentes apontaram os desafios e buscaram alternativas para o enfrentamento do tema.

Gabriel Santos, Secretário geral da Fetar-RS e diretor responsável pelo departamento de negociações coletivas, levantou questões específicas do estado do RS e também apontou a atual conjuntura que se encontra o país. “No RS, no ano de 2018, já foi realizado cerca de 30% das convenções coletivas, nas quais, na média, o piso ficou em torno de R$ 1.277,99 e uma reposição de 2.8 %”, destaca.

O presidente da entidade, Nelson Wild, que também está em Brasília na atividade, destaca a importância desses momentos de debate. “Momentos de formação e debate nos ajudam a encontrar alternativas coletivas para combater as ‘deformas’ propostas pelo governo. Juntos, certamente, vamos encontrar as melhores saídas”, aponta.

Fonte: Assessoria de Comunicação Fetar-RS