As fortes chuvas que desabaram pelo Rio Grande do Sul, na semana passada, não impediram que cerca de 20 pessoas se deslocassem de vários pontos do Estado para participar da 1ª Etapa do Curso sobre Legislação Trabalhista e Prática de Rescisão de Contrato de Trabalho, que a Federação dos Trabalhadores Assalariados Rurais no Rio Grande do Sul (FETAR) promoveu na quinta e sexta-feira.

A programação tratou sobre o conteúdo da Legislação Trabalhista, enfocando empregado, empregador; relação de emprego; direitos individuais; contrato individual de trabalho; e direitos coletivos.

Na abertura do curso, Gabriel Santos, secretário da FETAR e diretor responsável pelo Departamento de Assalariados Rurais, disse que em menos de dois anos de criação da Federação realizar o curso com a segunda turma estadual é motivo de satisfação e, ao mesmo tempo, um grande desafio. “Isto nos dá certeza de que os dirigentes e colaboradores dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais estão, de fato, buscando a melhor forma de atender os anseios do assalariado rural”, justificou. 

O presidente da FETAR, Nelson Wild, falou em seguida sobre “A Conjuntura Atual e Possíveis Mudanças na Legislação Trabalhista”. À tarde, foi dada sequência à Legislação Trabalhista e Cálculo de Rescisão de Contrato de Trabalho. A parte técnica do curso está sob a responsabilidade dos assessores da FETAR, Eloy Santos Leon, Mara Portal e Natália Sarate.

Na sexta, o assunto foi "Saúde e Segurança do Trabalhador", a cargo do vice-presidente da FETAR, Sérgio Poletto. Depois foi a vez de trabalhos em grupo, seguido de debates, informações gerais e encaminhamentos. 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Fetar