Encerrada a eleição para a direção do Sindicato dos Metalúrgicos de Carlos Barbosa, realizada nos dias 2 e 3 de julho, as urnas confirmaram a escolha da categoria pela chapa única “Fortalecer nossa luta e nossos direitos”, que venceu com 98,65% dos votos. Votaram 371 pessoas do total de 555 sócios aptos a votar; brancos e nulos somaram 1,35%. Com o resultado, Todson Andrade foi reeleito para a presidência do Sindicato, tendo como vice Cristiane Baldasso. O mandato vai de 2018 a 2021.

“O resultado consolida nosso trabalho à frente da entidade representativa dos metalúrgicos de Carlos Barbosa, em defesa dos direitos da categoria e contra as reformas trabalhista e da Previdência. Sempre dialogamos com os trabalhadores e o empresariado local e temos conseguido avanços importantes. No dissídio de 2017, conquistamos reajuste acima da inflação e cláusulas trabalhistas que resguardam os metalúrgicos contra os efeitos da reforma trabalhista. A eleição confirma que estamos indo pelo caminho certo e aumenta nosso compromisso e responsabilidade para responder às expectativas da categoria”, disse Todson Andrade, presidente reeleito do Sindicato.


Cristiane Baldasso, trabalhadora da Irwin, é a primeira vice-presidenta da entidade e traz a para a nova direção o fortalecimento da luta das mulheres por igualdade. “Fico muito feliz com o resultado. Nosso compromisso é fortalecer a cada dia nosso sindicato e lutar pelos direitos da categoria, mas também pelos direitos específicos das mulheres trabalhadoras, que além de cumprir com sua jornada nas empresas, ainda cuidam da família, estudam, enfim, são guerreiras que devem receber toda nossa atenção no sentido de ampliar conquistas por mais igualdade, melhores condições de trabalho e salário, contra o machismo, a violência e a opressão”, explica.

Compromissos

O Brasil enfrenta uma crise política e econômica que trouxe grandes perdas para o povo trabalhador. Exemplos bastante simbólicos dos retrocessos dos últimos anos são a reforma trabalhista — que retira conquistas da CLT e enfraquece o papel dos sindicatos e da Justiça do Trabalho na defesa dos direitos da classe trabalhadora — e a Emenda Constitucional 95, que congelou investimentos públicos por 20 anos, o que significa menos recursos para áreas como saúde, educação e programas sociais. Além disso, a crise aumentou o custo de vida, o desemprego, a pobreza a e violência.

Neste cenário, ganha ainda mais importância o fortalecimento dos sindicatos, instrumentos de luta dos trabalhadores para garantir seus direitos frente a uma legislação que favorece apenas o empresariado. Por isso, a prioridade da chapa vencedora é, além dos reajustes salariais, a defesa dos direitos e conquistas garantidos pela convenção coletiva — tais como adicional de hora extra, quinquênios, auxílio creche e estabilidade pré-aposentadoria —, direitos que somente a luta do Sindicato com os trabalhadores garante.

Além disso, a nova direção defende o fortalecimento do Sindicato de modo que siga com a luta em defesa da categoria e oferecendo cada vez mais serviços de qualidade aos sócios e dependentes. Entre 2016 e junho de 2018, o Sindicato já realizou mais de 8 mil atendimentos.

A direção quer, também, aumentar o número de sócios; desenvolver ações voltadas à formação e qualificação profissional por meio de convênios e parcerias e implementar o projeto Sindicato na Comunidade, com novas ações de integração, culturais, sociais e de serviços.

Confira quem são os trabalhadores que compõem a nova direção.


Diretoria Executiva:
Todson Marcelo Andrade (Presidente)
Cristiane Farias da Costa Baldasso (Vice-Presidenta)
Ivanor Ceratto (Secretário-Geral)
Mauro José Lodi (Primeiro-Secretário)
Volnei Antônio Machado (Tesoureiro Geral)
Sidinei Radke (Primeiro-Tesoureiro)
Valério Royer (Segundo Tesoureiro)

 

Diretoria - Suplentes:
Ana Geli Picoli, Darwin Gabriel Friedemann Pereira, Dirceu Luiz Deconti, Nilson Douglas Zuleger, Viviane Schneider Bertotto, Zelindo Cerutti

Conselho Fiscal:
Carlos Bergamini, João Ângelo Deitos, José Luiz Ribeiro de Lima

Conselho Fiscal - Suplente:
Remo Gewehr