A CTB-RS, juntamente com as demais centrais sindicais, se reuniu, nesta quinta-feira (7/12), com o secretário de planejamento, governança e gestão do Estado, Carlos Búrigo, para tratar do próximo reajuste do piso regional.

O presidente da CTB-RS, Guiomar Vidor, falou da importância de se aprovar o reajuste de 5,5% reivindicado pelas centrais, para manter o poder de compra dos 1,3 milhão de trabalhadores gaúchos atingidos pelo piso. Além de ser um importante mecanismo que pode ser usado para reaquecer a economia do estado. 

O secretário afirmou que seguirá conduzindo o debate através de mediação das entidades representantes de trabalhadores e patronais, e prometeu marcar um próximo encontro. 

Vidor mostrou preocupação com a lentidão com que o assunto é conduzido, já que a data-base do reajuste é 1º de fevereiro e o secretário ainda pretende marcar novo encontro. “O secretário defende um debate com as entidades patronais, mas sabe-se que desde a criação do piso regional os empresários querem sua extinção. Todos os anos, busca-se esse diálogo e eles estão fechados para isto”, afirmou.

Texto e foto: Aline Vargas/CTB-RS