O desembargador Hugo Carlos Scheuermann, do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (RS).

A Central das Trabalhadoras e Trabalhadores do Brasil - RS (CTB-RS) e a Fecosul apoiaram a indicação do Desembargador Hugo Scheuermann ao Cargo de Ministro do Tribunal Superior do Trabalho.


O desembargador Hugo Carlos Scheuermann, do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (RS), foi indicado pela presidenta Dilma Rousseff para o cargo de ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST). O magistrado gaúcho passará por sabatina na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado Federal e, sendo aprovado pela maioria absoluta do plenário do Senado, será nomeado pela presidenta. Scheuermann deverá ocupar a vaga da ministra Rosa Maria Weber Candiota da Rosa, também oriunda da Justiça do Trabalho do Rio Grande do Sul, que tomou posse em dezembro no Supremo Tribunal Federal (STF).


O desembargador Alexandre de Souza Agra Belmonte, do TRT da 1ª Região (RJ), foi o escolhido para a outra vaga em aberto no TST,  a do ministro Milton de Moura França, aposentado em março deste ano.


Natural de Três Passos (RS), Scheuermann ingressou no TRT da 4ª Região em 1983, como servidor. Em 1989, após aprovação em concurso público, tomou posse como juiz do Trabalho substituto, no mesmo Regional. Foi promovido a juiz titular em 1991 e atuou como convocado no Tribunal entre 1999 e 2002. Em janeiro de 2003, promovido pelo critério de merecimento, tomou posse como desembargador do TRT4. Atualmente, integra a 4ª Turma Julgadora, a 2ª Seção de Dissídios Individuais e a Comissão de Informática. Entre novembro e dezembro de 2011, atuou como convocado no TST.


Fonte: TRT4º Região